Avaliação do Corolla 2012

Deêm uma olhada na avaliação do Corolla 2012!

Aliás, fiquem de olho nesse canal automotivo no Youtube: http://www.youtube.com/canaltopspeed

Video do Corolla 2012 e suas versões

Olá mais uma vez aos leitores que acompanham o Blog da Toyota. Eu montei um video ilustrativo com fotos e especificações com a finalidade de ajudar os leigos a entenderem com mais facilidade as versões do Novo Corolla 2012 e suas configurações/motorizações. Acompanhe abaixo o video.

Muito Obrigado, mais uma vez.
Eduardo Razuk.

Flash Back: Toyota Camry XLE 3.5L V6 2007/2008

O Toyota Camry é um carro que até hoje é admirado por muitas pessoas. Lançado em 2006, foi um carro com o design revolucionário, e embarcava diversas tecnologias.

A começar pelo exterior, o modelo 2008 veio exatamente como os fabricados em 2006. Já vinham com faróis de xenon iluminados por projetor, e ainda tinham regulagem elétrica e automática dos faróis e lavadores dos faróis. As rodas de 16″, recebem uma certa crítica da mídia.

Belas ponteiras duplas de escape feitas de aço escovado e inoxidável compunham a traseira. O porta-malas comporta mais de 500 litros.

O Camry possui uma usina de forças debaixo do capo. É um motor de 3.5L, Dual VVT-i, 24V, 6 cilindros que gera 284cv! No seu lançamento foi o motor V6 de até 3.5L mais potente do mundo. Mais potente que o Porshe Boxter V6 e que o Porshe Cayenne também com motor V6. Dito e feito, o Camry é mais rápido que eles em aceleração, e ainda é mais economico na estrada e na cidade.

No inteior o luxo não é só o que a imagem mostra. Além de retrovisor fotocrômico, aquecimento de bancos, bancos elétricos, painel de iluminação permanente optitron iluminado por fibra ótica com um enorme computador de bordo dentro do velocimetro, teto solar, volante multifuncional que chega a ter controle de ar condicionar, som e pc de bordo, ele conta com a tecnologia do ar condicionado Plasmacluster, que é um exclusivo sistema que limpa as particulas sujas do ar. Incrível não?

O Flash Back fica por aqui.

Quaisquer dúvidas, nos contate! Sua dúvida será respondida com o maior prazer!

Eduardo Razuk.

Flash Back: Toyota Hilux SRV MT 4×4 2006/2006

O Flash Back dessa semana mostrará a Toyota Hilux na sua versão topo de linha SRV. Ela contava com o potente e eficiênte motor D-4D Diesel, 3.0 Intercooler seus 163cv de potencia.

Em 2006, logo após o seu lançamento a Hilux inovou e fez uma revolução nas categorias de camionetes média, fazendo todas as concorrentes literalmente envelhecerem.


Não só na aparencia, a Hilux também dava um show nas concorrentes em dirigibilidade. O conforto ao rodar de uma Hilux é comparável ao sedã Corolla, da Toyota em maciez e conforto.


A versão SRV era um luxo a parte, se diferenciando das irmãs mais pobres DX (versão de entrada) e SR (intermediária). A SRV contava detalhes cromados, rodas de liga leve, freios ABS nas 4 rodas, airbags duplo, disqueteira de 6 CD’s com tocador MP3, dentre outros mimos.


A Hilux contava com soluçoes práticas e baratas que facilitavam e muito na vida do condutor, parte dos exemplos é um prático porta-óculos na dianteira (e bem acabado, com envolvido por um veludo)

Ou como um prático porta-copos embaixo da saídas de ar-condicionado, que mantenha a bebida sempre gelada pelo local. Esse sistema prático foi copiado por outras montadoras, como o Novo Honda Fit.

Ou também, como o prático porta-copos traseiro rebatível.

Em sua parte rustica, ficaria a seleção da tração 4×4 da Hilux, feita por uma alavanca, enquanto as concorrentes são todas eletrônicas. Mas temos que ver o lado positivo: A transmissão é mais robusta.

O sistema de som também merecia um elogico. Era bem completo para a época, pois além de ter disqueteira embutida no próprio aparelho com o suporte para 6 CD’s, ainda lê arquivos MP3 e WMA e também aceita fitas.


Detalhes prateados, só na versão SRV. Mas todas as versões contvam com regulagem de altura do banco do motorista, som com MP3 (sem disqueteira nas versões DX e SR) e break light traseiro (nas versões 4 portas)




Bom pessoal, muito obrigado pela preferência e pela audiencia!

Qualquer dúvida ou sugestão ao Blog, por favor não hesite em me encaminhar um email: eduardorazuk@hotmail.com

Até mais!

Flash Back: Toyota RAV4 2.416V VVT-i 2009/2010

O Flash Back dessa semana, ao contrário do ultimo, que tratou de um modelo bem espartano – Corolla XLi – o escolhido da semana foi Toyota RAV4 do ano de 2010.

A RAV4 na nova geração, chegou ao Brasil em meados de 2006. Veio em apenas 1 versão completa e 4×4. O único problema era o preço, que sempre foi um pouco acima dos concorrentes.

Ela chegou em 2006 e trouxe inovações jamais vistas na época. Lanternas em LED’s de ultima geração – que tem centenas de anos de duração – era novidades nem presentes em BMW da época.

O estiloso porta-luvas superior estiloso deslizante, por exemplo, foi copiado pela concorrência. Enfim, esse é uma pequena historia da nova geração ao Brasil. O RAV4 2010 foi o ano que ela reebeu um chamado “Face-Lift” que, teve algumas mudanças para atualizar o modelo.

O face-lift da RAV4 consiste em uma mudança frontal onde o parachoque foi redesenhado, novos faróis e grade. Na traseira, as lanternas tiveram a lente resedenhadas.

Lateralmente não houve demais mudanças exceto a adição de luzes pisca nas extremidades dos retrovisores, estilo ao Novo Corolla. As rodas, de 17″, receberam desenho inédito.


Internamente, também não houve grandes mudanças. As mudanças internas ficaram apenas por conta do aparelho de som que foi mudado. Antes era um som harmonioso, que seguia as linhas do painel, e nesse ano o som era o mesmo que equipa a Hilux SW4. As funções ao menos, era as mesmas de antes.

Era, porque o modelo 2011 recebeu um belíssimo sistema de som com entrada USB e para iPod. Realmente era o que faltava, mas esse ano não vem ao caso. Mas as fotos mostram como o som não combinou com o painel.

A RAV4 de 2010 é uma versão única e completa, que dentre sua lista de ítens de série se destacam: teto solar elétrico, ar condicionado dual zone, airbags frontais e laterais, entre outros.

O motor era um bom 2.416V VVT-i com 170cv de potencia. Maior e melhor que o 2.016V de 150cv do Honda CRV, por exemplo. E o cambio automático, de série, possui 4 marchas.

Bom, fica por aqui o Flash Back dessa semana! Se quiserem o flash back de algum veículo Toyota nos mandem por email que faremos, com o maior prazer em eduardorazuk@hotmail.com.

Eduardo Razuk.

Flash Back: Toyota Corolla XLi 2006 1.616V AT

Inauguramos hoje a categoria “Flash Back”, como o nome já diz, é uma volta ao passado, para mostar e revivenciar os carros da Toyota que já não circulam mais nesse país. Com vocês, Corolla XLi 2006/2006 Automático 1.616V 3ZZ-FE na cor cinza hematita.

Veja bem, o Corolla XLi de 2006 era um carro bem modesto. Externamente só diferencia do irmão mais velho XEi pelas rodas.

Que falando nelas, são meras calotas de 14″ calçadas por pneus 185/65, Brindestone B391

A frente, assim como do irmão XEi, possuia grade colméia lisa, faróis com blocos diretos, e não havia opção de faróis de neblina.

O Corolla XLi não sei porque cargas d’agua, sempre teve a menor participação no mix de vendas da Toyota. Era praticamente 60% da versão XEi, 25% da extinta SE-G, e o resto da XLi.

Um detalhe interessante que há em diferença do XEi para a XLi, é que o primeiro, por possuiur motor 1.8 marcava 240km/h no painel, e a 1.6, 220km/h.

O volante do Corolla XLi sempre foi algo trágico. A maioria o apelidou de “volante de calcinha”. Muitos que adquiriram essa versão trocaram pelo volante mais bonito do XEi.

A transmissão automática de 4 velocidades ta mais pra ponto forte que para decepção. Sempre fez o bom 1.616V de 110cv render muito bem.

O sistema de som do XLi sempre foi igual do XEi, mas o aparelho de som do XLi, o XEi usou até 2005 apenas. Justamente em 2006 ele usaria um CD Duplo din.

Outro detalhe que o Corolla Brad (03-08) versão XLi acompanhou até o fim de sua vida foi a falta de luz de leitura dianteira. O XEi 2003 também era sem. Sorte que a Toyota inseriu já no 2004.

O painel do Corolla XLi, assim como de qualquer outro da linha segue uma unica concepção: Feito para durar. Simples e funcional também são suas características.

Bom gente, por aqui é só. Semana que vem, faremos o Flash Back de outro modelo!

Abraços!

Novo Corolla 2012

A toyota lança a nova linha Corolla 2012 com muitas novidades.

Muito feliz, eu recebi um email da excelente concessionária Toyota Tsusho me convidando para o coquetel de lançamento do Novo Corolla 2012. Então, correndo eu fui conhecer o novo modelo.

Dessa vez a Toyota caprichou e muito no carro. Antes havia trazido apenas o excelente motor 3ZR-FBR 2.0 16V DUAL VVT-i com até 153cv no álcool, e agora trouxe para os modelos de entrada XLi e GLi o motor 1.8 16V DUAL VVT-i cujo nome é 2ZR-FBE e com até 144cv no ácool, antes eram 136cv. Acrésimo de 8cv, e 4cv a mais que o Honda Civic, ou seja o 1.8 16V mais potente do mercado, assim como o 2.0 do Corolla também o mais moderno do mercado.


Além do excelente motor, a Toyota pensou maior e trouxe um cambio mecânico de 6 velocidades exclusivamente para os modelos de entrada GLi e XLi. O cambio de 6 marchas só é vendido junto com o motor 1.816V DUAL VVT-i, e o 2.0 DUAL VVT-i que equipa a versão XEi e a ALTIS são vendidas apenas com cambio automático de 4 velocidades.


Ainda externamente, a Toyota atualizou o design do Corolla conforme a europa. O design do Corolla ficou ainda mais próximo ao do Toyota Camry graças a grade liga e os faróis afinadas, e lembra o Toyota Prius graças aos faróis de neblina verticalizados e na boca da grade inferior que ficou invertida.


As rodas ganharam novos design. Elas agora apresentam um desenho que parece estar em movimento, mesmo paradas. A roda da versão XEi é estilo catavento e compartilha com o irmão mais proble, GLi. A roda da versão ALTIS foi menos alterada. É praticamente a mesma da versão 2011, mas com mais vincos nos raios.

Na traseira, a Toyota foi ainda mais ousada: ela aplicou lanternas com design diferenciado e com aparencia “altezza” espelhada, para jovializar o carro. Melhor ainda no modelo ALTIS e no XEi em que elas são compostas em LED’s, e nas demais versoes XLi e GLi, são em lâmpadas comuns.

A traseira ainda conta com friso da moldura de placa alongado e ainda em material cromado na versão ALTIS. Os parachoques estão mais arrojados e os olhos de gato estão mais afinados. Tudo isso para deixar o carro ainda mais jovem e mais competitivo.

Internamente o Corolla fica mais interessantes ainda. Para começar, os tecidos dos bancos em veludo do Corolla nos modelos de entrada XLi e GLi receberam novos tecidos, e todas as versoes ganharam entrada Auxiliar do som, para conectar MP3 Player e iPod.

Pode até parecer não importante ou inútil, mas agora a Toyota resolver colocar em todas os modelos da linha Corolla aletas para abrir e fechar as tomadas de saídas de ar condicionado do painel central do Corolla. Sempre teve no Corolla da Europa/EUA, e agora no Brasil.

Então recapitulando, a versão XLi, em relação ao modelo 2011, ganhou entrada AUX do rádio, novos tecidos no banco, caixa mecanica de 6 velocidades, e o novíssimo e moderno motor 1.816V DUAL VVT-i 2ZR-FBE de 144cv com álcool e 139cv com gasolina.


Já a versão GLi, em relação ao modelo 2011, além do novo motor 1.8 DUAL VVT-i, ganha também entrada AUX do rádio, e novos tecidos do banco. Também vale lembrar que antes só no antigo SE-G, agora o GLi, XEi e ALTIS possuem uma moldura cromada em volta do cambio, antes, sem cor.


Na versão XEi, a ousadia começa. Em relação ao modelo 2011 não muda o motor porque o moderno motor 2.016V DUAL VVT-i de 153cv já existia, mas agora o Corolla XEi conta com um moderno rádio que todo mundo reclamava antes. Antes, porque agora ele é moderno: Conta com o sistema Bluetooth, comando de voz com tecla no volante, entrada USB e também entrada AUX.


Ganha também um par de tweeters dianteiros, para que o som saia ainda mais perfeito. Outra vantagem são as lanternas compostas em LED’s, uma belíssima manopla do cambio revestida em couro. O painel ganhou uma cor mais escurecida, e o piso, mais clara. Além do mais, os detalhes prateados do painel ficaram com uma cor mais acentuada, mais brilhante.

A antiga versão SE-G, desde o modelo 2011 chamado de ALTIS, nome do Corolla topo de linha da Europa também teve suas melhoras, e pioras também. Começando pelo pior, o ALTIS perdeu o sensor de estacionamento frontal/lateral. Mas foi por uma boa causa: Deu lugar a uma moderna e arrojada câmera de ré.


Perdeu também a disqueteira changer de 6 CD’s, mas para dar lugar ao mesmo sistema moderno do XEi: Cabe 1 CD, mas tem comando de voz, bluetooeh, USB e AUX no rádio.


O Modelo ALTIS, ao contrário dos modelos mais baratos, tem a grade na cor do veículo e com detalhes em cromados. Os outros tem a grade preta e sem o cromo. Tem também as maçanetas cromadas, rodapé das janelas cromadas, e moldura da placa cromada. Nos demais, tudo na cor do veículo.


Internamente, assim como o XEi a versão ALTIS teve os detalhes prateados dos paineis mais acentuados e brilhantes. Mas como o ALTIS tem detalhes em madeira no painel, esses detalhes também tiveram o tom mudado. Ficou mais escuro.


Na foto acima, o novo recado da nova câmera de ré. Também em destaque o botão dos lavadores dos faróis, que possuem xenon.

Bom, as novidades ficam por aqui. Muito obrigado pela audiencia, e também, disponho o meu email: eduardorazuk@hotmail.com, para quaisquer dúvidas!

Um abraço do fã “Toyoteiro” aos demais,
Eduardo Razuk.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.